Como ser mais ambientalmente responsável?

Como ser mais ambientalmente responsável?

Mudança nas migrações de pássaros, maior dissipação de vetores de doenças, aquecimento generalizado da temperatura no globo, derretimento dos pólos, chuvas mais escassas, variações nas correntes de ventos verticais, e entre outras alterações, tem sido observadas por especialistas do clima (relatórios do IPCC) desde as décadas de 40/50, períodos onde se iniciou a ininterrupta e vigente aceleração da cultura de consumo industrializada, da agricultura, do desmatamento e do uso de veículos automotores.
Conscientes de que esse ritmo não pode perdurar, existem algumas iniciativas que buscam alertar sobre a emissão de poluentes (gases NOx, SOx, materiais particulados e CO2) e também ajudam a calcular a nossa possível emissão diária de  CO2. Os 2 primeiros sites compartilhados aqui são focados nos Estados de São Paulo e Rio de Janeiros ou somente no município de São Paulo. De qualquer forma, acreditamos que vale a análise e uma posterior comparação do leitor para com a região em que vive. O site para cálculo de emissão de CO2, no entanto, tende a ser mais geral e atendível a todo Brasil.
1. Inventário de Emissões Atmosféricas do Transporte Rodoviário de Passageiros no Município de São Paulo 
http://emissoes.energiaeambiente.org.br/
2. LAPat
http://www.lapat.iag.usp.br/aerossol/
3. Calculadora de CO2
http://www.iniciativaverde.org.br/calculadora/index.php#casa
Deste modo, cabe a cada um de nós o questionamento sobre como atuam as fontes dos componentes aos quais contribuímos emitindo, e verificar modos nos quais podemos minimizar/erradicar nossa contribuição. Ser ambientalmente responsável é um dever cívico e, se não for requisitado por nós mesmos como  um exercício diário, estaremos comprometendo as futuras gerações de poder usufruir dos recursos como podemos hoje.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *