GREENBRAS EXPLICA: OS VARIOS TIPOS DE ENERGIA SOLAR

GREENBRAS EXPLICA: OS VARIOS TIPOS DE ENERGIA SOLAR

Quando se fala em energia solar, muitas pessoas se confundem, pois a energia emitida pelo sol pode ser aproveitada de várias maneiras diferentes. As principais delas, e mais importantes para a vida na Terra, são a energia luminosa e a térmica (calor) proporcionados pelos raios do sol. Essa energia é aproveitada de forma passiva, ou seja, sem interferência do homem. Sem isso, simplesmente não haveria a vida no nosso planeta.

Mas, deixando de lado esse pensamento sobre a existência de vida, podemos considerar 3 tipos de energia solar que podem trazer benefícios para a humanidade e são usada de forma ativa: a Térmica, a Fotovoltaica e a Termo-solar.

Sistemas de Energia Solar Térmica: Para a população atual, a energia solar térmica é a mais comum, pois trata-se dos chamados sistemas de boiler, que servem para aquecer a água. Na verdade, esse tipo de sistema vem sendo usado no Brasil desde a década de 1960. aquecedorNesse sistema, as placas térmicas (coletores) aquecem os canos de cobre, por onde circula a água. Depois de aquecida, a água é armazenada em um tanque chamado boiler. Esse tipo de sistema é bastante utilizado em hotéis, clubes, aquecimento de piscinas, processos de indústrias, e principalmente residências, devido ao seu baixo custo de aquisição e instalação. No entanto, um dos inconvenientes desse sistema é a própria instalação do boiler, que muitas vezes fica visível no telhado, proporcionando uma estética não muito agradável ao imóvel. Além disso, em regiões onde a temperatura varia muito, como no Sul do Brasil, esse sistema acaba sofrendo falhas devido a um efeito anômalo no volume da água. Explicando melhor, suponha que em um dia nublado de inverno, a água do sistema esteja a 10° C e durante a noite a temperatura cai para 0°C. Acontece que o volume da água diminui até atingir 4°C. Mas quando a temperatura diminui mais, o volume da água começa a aumentar. Isso faz com que a pressão nos canos aumente ocasionando quebras e vazamentos.
Outro inconveniente é que o sistema perde eficiência em dias nublados ou de chuva pois não há geração de calor nos coletores. Nesse caso, uma resistência (similar a dos chuveiros ) é instalada nos boilers para aquecer a água, o que aumenta os gastos com energia elétrica.

Sistemas de Energia Termosolar: Esse tipo de sistema usa a combinação de espelhos (ou concentradores) que concentram a energia solar em um ponto onde pode estar instalado um tanque de água, por exemplo. termosolarDessa forma, a água esquenta, gerando vapor que irá movimentar uma turbina ligada a um gerador, produzindo eletricidade. Esse tipo de sistema requer grandes instalações e áreas de grande incidência de raios solares para garantir sua eficiência. Uma das vantagens desse sistema é a possibilidade de se armazenar calor (nos tanques) e utilizá-lo para a geração de eletricidade, sem que seja necessário o uso de baterias para armazenar a energia elétrica, como no caso do sistema fotovoltaico. No entanto, esses sistemas são grandes, de alto custo, e seu custo-benefício não se justifica para pequenas instalações.

Sistemas de Energia Fotovoltaica: Esse tipo de sistema gera energia elétrica diretamente nas placas fotovoltaicas a partir da radiação solar, ou seja, não é o calor do sol que faz o sistema funcionar, mas sim a radiação. fotovoltaicoDesse modo, nos dias frios o funcionamento chega a ser até melhor, e mesmo em dias nublados, o sistema é capaz de produzir energia elétrica. É claro que a eficiência é maior quando o dia está claro e sem nuvens, pois há maior incidência de radiação solar nas placas.
Basicamente, o efeito fotovoltaico ocorre a partir da excitação dos elétrons de alguns materiais na presença da radiação solar. Atualmente, o material mais utilizado nas placas fotovoltaicas é o silício devido ao seu baixo custo e abundancia e sua eficiência média está em torno de 17%. Há outros materiais mais eficientes, mas seu custo é extremamente alto, impossibilitando sua comercialização.

O uso de painéis fotovoltaicos possui inúmeras vantagens sobre os outros sistemas, principalmente devido a sua baixa manutenção, versatilidade, confiabilidade e durabilidade. Atualmente, os fabricantes garantem que as placas podem funcionar com pelo menos 80% da sua eficiência por um período mínimo de 25 anos. No entanto, essas placas podem ter durabilidade de 40, 50 anos. Atualmente, os sistemas fotovoltaicos possuem preços considerados atrativos, já que o investimento inicial pode se pagar em 4 anos, dependendo do tamanho do projeto. Nesse caso, o consumidor teria uma economia mensal na conta de energia pelos próximo 21 anos, no mínimo. Além disso, a manutenção é bastante simples, bastando que as placas estejam limpas para garantir o seu correto funcionamento. Por fim, a instalação de um sistema fotovoltaico não requer alterações na estrutura da residência, pois não é necessário quebrar paredes e instalar nenhum sistema complicado. Há apenas a instalação das placas no telhado, o inversor de frequência (que pode ser instalado em qualquer comodo da casa) e os cabos elétricos que ligam o sistema a rede elétrica já existente na construção.

De modo geral, o sol nos proporciona energia suficiente para alimentar todas a demanda da Terra. Cabe a nós aprimorarmos as nossa tecnologias e implantá-las de modo a aproveitar todo esse potencial em beneficio da humanidade.

Então, aproveite o que o sol nos fornece gratuitamente todos os dias e proteja-se de aumentos de tarifa de energia! Faça um orçamento sem compromisso com a GreenBras.

 

Marciel Gomes

GreenBras Energia Limpa

2 thoughts on “GREENBRAS EXPLICA: OS VARIOS TIPOS DE ENERGIA SOLAR

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *